Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, SP

quinta-feira, fevereiro 26, 2009

Folia de carnaval

- Vamos pro sítio da minha prima em Botucatu?

Este foi o convite que minha amiga me fez neste carnaval. O plano inicial era ir pra Buenos Aires, mas decidi muito em cima da hora e não tinha vôo - o que foi um alívio, porque dinheiro eu também não tinha, então...

De Buenos Aires, fui pra Botucatu. Tudo com B mesmo, e eu confesso que sou facinha, do tipo baratinha, em liquidação, e qualquer prazer me diverte. Além do mais, a perspectiva de passar dois dias à beira duma piscina deserta, cheia de creme no cabelo e lendo um livro, uma revista, ou fazendo palavras cruzadas e jogando conversa fora me parecia bem legal, dado meu grau de cansaço nesta época do ano.

Fomos na segunda e chegamos lá de tarde. A caseira já nos informou que sol que era bom não tava fazendo, muito pelo contrário, tava nublado e chuvoso. Tomamos providências imediatas, jogando no telhado um dos sabonetes que tínhamos ganhado no pedágio, para Santa Clara. Ok, há quem jogue ovo, mas sendo Santa Clara mulher vocês acham que ela vai preferir o quê?

Já sabendo que no dia seguinte o programa seria adquirir a tonalidade de pele necessária para entrar na moda da novela das oito, fomos ver filme no DVD. Almodóvar. Tudo sobre minha mãe e Volver. Fale com ela e Má Educação ficariam para a próxima sessão.

Não deu outra: são anos de infalibilidade do sabonete no telhado e o sol amanheceu ardendo na terça. Animadamente fomos torrar ao sol, cheia de creme nos cabelos, protetor solar e óleo Cenoura e Bronze, herdeiro legítimo do precursor dos bronzeadores que tingem, o Rayto de Sol. E lá ficamos o dia inteirinho, liberando inclusive nosso lado adolê e tirando mil fotos para os respectivos books.

À noite, porém, esquecemos de jogar outro sabonete e Santa Clara embucetou: quarta amanheceu nubladíssimo e perto do meio dia já começou a chover. Como o acesso ao sítio é feito por uma estradinha de terra que seca já é um horror, enfiamos tudo rapidinho no carro e fomos pra cidade, almoçar e bater perna na Rua do Comércio.

Até então eu tinha resistido a todas as tentações de gastar dinheiro, mantendo minha economia de guerra. Só que na tal rua tinha uma perfumaria que vendia produtos da linha profissional de cabeleireiros, tudo aquilo que não se encontra no supermercado bla bla bla. Como se precisássemos de mais algum motivo.

Entramos.

Era o mundo maravilhoso das coisas absolutamente desnecessárias sem as quais uma mulher jamais pode sonhar viver. Cêis num tem nossãn. Depois de muito esforço e muita resistência, porque imagine que lá vendia não apenas o Rayto de Sol, mas também o Rayto de Sol Master, com maior poder bronzeador (Pensa. Só dá pra usar com biquini preto), saí de lá com um pacotinho contendo:
- um tubo de creme para cotovelos e joelhos, com tucumã, silicone e karité;
- um refil para meu depilador roll-on
- uma dupla de shampoo e condicionador para cabelos loiros sabe-se lá pra quê - a moça da loja disse que é pra realçar os reflexos;
- um tubão de sabonete líquido hidratante de chocolate com amêndoas, que vem num tubo transparente e o sabonete é perolado, sabe? Daqueles que você imagina deslizando sobre o seu corpo e deixando a pele super macia. Se isso não acontecer, deve dar pra comer o sabonete;
- um reparador de pontas com tampa de rosquear, porque o que eu tenho é com aquela tampinha que some (nunca sumiu, mas vai que some? Já tenho o com tampa antissumiço/anti-sumiço)
- um conjunto de shampoo, condicionador e creme protetor térmico para os cabelos. Também de chocolate, mas desta vez com aveia, porque fibra faz bem, todo mundo diz isso. Tive de comprar os três, porque senão não ganharia a máscara para cabelos de maçã e ginseng - ginseng é bom pra memória, se a gente passa nos cabelos, penetra no couro cabeludo e vai até o cérebro, pegou? E maçã, quem nunca ouviu an apple a day keeps doctor away?;
- uma loção hidratante corporal iluminadora, pra pele ficar brilhante e iluminada, além de ser antioxidante e ter extrato de aveia - fibra de novo! - e vitamina E, de Extraordinária;
- um pote grande de creme esfoliante para os pés;
- um sabonete íntimo de bálsamo de copaíba. Não faço a menor idéia do que seja bálsamo de copaíba, mas penso que tem uma cara mais medicinal de sabonete pras partes do que o de lichia que tava junto. Não me convenci que seria vantajoso sair por aí com a periquita cheirando a lichia;
- um batom.

Bem, foi só, depois de muito tira e põe coisa na cestinha. Qual não foi nossa surpresa ao saber que a tal loja, a boa, a in, a fodástica NÃO ERA AQUELA. Era uma outra, três quarteirões acima.

Fomos lá, vai que... né? Afinal, eu era turista e tinha de conhecer todos os pontos turísticos de Botucatu.

Foi a sorte, porque lá eu encontrei um sabonete líquido na embalagem do Bob Esponja que eu comprei pra Bela colocar em cima da pia nova do banheiro novo, quando acabar a reforma, talvez no segundo semestre de 2010; um spray de brilho - você aplica sobre os cabelos secos e eles ficam com um brilho instantâneo, luminoso e espetacular uhuu!!!! -; ampolas antiqueda; um bastão pra dar uma disfarçada nos fios brancos - um achado, outro dia usei meu rímel Lancôme para este mesmo fim, olha o prejuízo!!!! era uma emergência - e uma duplinha de óleo bronzeador de urucum com loção para dourar pelos. Perfumada e com acento circunflexo na palavra pelos. Um achado.

Saímos da loja e fomos na direção do carro, achando que comprar uma panela de ferro, ou uma tampa de vaso, ou algo do tipo seria meio inadequado - na estrada, na ida, eu já tinha comprado umas colheres de pau e minha amiga um candelabro de cristal. Coisa que todo mundo compra quando viaja pra Botucatu no carnaval, certo? E que a gente precisava demais.

Porém, havia um sapato na vitrine que já tinha me chamado na ida para a loja, e me chamou de novo na volta.

Fui ver o que ele queria. Não se deixa um sapato assim, se esgoelando em pleno centro de Botucatu. Não é coisa de Deus.

Era um sapato de salto médio para alto. Um escarpin de tecido florido, em tons de lilás, rosa e azul, umas florzinhas pequenas e bordeadas de preto. Na frente, uma tira larga em tom cru, com uma fivela dourada, como se fosse um cinto. MA-RA-VI-LHO-SO! DI-FE-REN-TE! LIN-DO! CON-FOR-TÁ-VEL!

E custando R$ 69,00 em três vezes. Comprei né? e usei ontem à noite mesmo.
(Re, não é pra te causar inveja não, tá? Foi só uma coincidencia com o seu post.)

Como podem ver, pular carnaval eu não pulei, mas o que não faltou foi folia!!!!

10 Comentários:

Blogger Virgínia disse...

Imagina se tivesse ido para Buenos Aires? Não tinha se divertido a metade. Iria ficar naqueles shows de tango intermináveis e teria perdido a oportunidade de renovar o estoque do banheiro. E se enjoar das coisas, pode vender, porque tudo isso dá para fazer concorrência para o Biagi! rsrsrsrs
Bj

10:06 PM  
Blogger Cláudia disse...

Virginia, e olha que quando estava na fila do caixa, tirei metade das coisas que estavam na cestinha, senão eu teria trazido também um creme reparador, um óleo corporal pequenininho pra deixar no carro, um óleo de cravo pras unhas, um esmalte, escova para secar os cabelos e inclusive o tal sabonete de lichia, mas custava R$ 14,00 e minha curiosidade não tava pra tanto.
beijo

10:51 PM  
Blogger Ana disse...

Hahaha mulher é fogo!!!! :D

11:14 PM  
Blogger D.Ramírez disse...

Valeu a pena então ter ido a Botucatu, mas Buenos Aires tbm seria..rs..vou na Pascoa, assim espero. Adoro la, principalmente San Isidro..queria morar la hahaha, mais tranquilo que Sampa..(só falo..rs)
Mas adoro interior a calmaria e ar.
Pelo visto foi muito bom seu carnaval e espero que tenha descansado como previa;0
Besos

8:17 AM  
Blogger Re disse...

Clau,
Vc quer me matar de inveja com seu sapato lilás florido salto alto médio confortável? por 69,90!!! Quer que eu chore por não ter um rayto de Sol MASTER?
E vc quer me matar de rir com o sabonete para Santa Clara... E quem fala embucetou???
rsrsrs
Ah! Se inveja matasse eu estava agora comprando todos os cremes que vc descreveu.... Quero TUDO!
E PS. lancome para cobrir fios brancos? Jura? Mesmo... Vc é muito phyna.... rs
Saudades
beijo
Re

10:18 AM  
Blogger Cláudia disse...

Ana, duvido que você teria resistido!!!

D. Ramirez, amo Buenos Aires, e um amigo meu morava em... San Isidro. ô lugar bonito!!! Tô querendo ir pra lá também pq minha amiga teve bebê e eu quero conhecer a filhotinha dela.
Na Páscoa é uma boa idéia.
bj

Re, calças 38? Porque, se calçar, o sapatinho tá às ordens.
Embucetar é um verbo conjugado pela minha amiga Lala: eu embuceto, tu embucetas e por aí vai. Já o sabonete pra Santa Clara, eu e minha ex-cunhada jogavamos no telhado toda sexta, pra ter sol no fim de semana. 15 anos depois, minha sogra foi reformar o telhado e o cara que foi tirar as telhas perguntou o motivo de ter tanto sabonete seco lá em cima...
Tiro e queda.

beijo

2:43 PM  
Anonymous vivi disse...

Clauzinha da Silva,
Afinal, vc comprou ou não o Rayto de Sol Master? Tá parecendo aquela negritude da nova novela das oito?
Ai, que invejinha boa!!!

OUtra coisa, se bobear, tua viagem par BsAs tinha saído mais barata que sua folia, não!? hehehe.
Mas eu tb queria tu-do, tudinho da silva...até a piriquita cheirando lichia acho que seria uma novidade e tanto...!
beijos

3:24 PM  
Blogger Luciana disse...

Alice ficou CHEIA de querencia de ir na sua casa depois que contei de suas compras nas tais lojinhas... pq será, ãh?

bjs e adorei o post!
;c)

5:30 PM  
Blogger Cláudia disse...

meninas
me arrependi Master de não ter comprado o Rayto mega plus...
Vou procurar por aqui, se eu achar, dou o endereço!
beijo

7:22 PM  
Blogger Dedinhos Nervosos disse...

Minha Nossa Senhora dos Cremes. Se eu entro numa loja assim... saio devendo até o último fio dos cabelos. Mas cabelos bem cuidados.
Bjos!
Ps. Eu gastei horrores na minha viagem tb. Só com bobagem! Delícia!

2:51 PM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial