Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, SP

segunda-feira, julho 13, 2009

Agendado mas não sacramentado

Aqui em São Paulo resolveram melhorar a qualidade do ar controlando a emissão de poluentes dos veículos. Por conta disso, todos os carros fabricados entre 2003 e 2008devem agendar a vistoria do veículo até uma determinada data de acordo com o número do renavam, caso contrário os peitos da motorista caem, os cabelos ficam pixaim, se for homem vira broxa e, menor dos males, você não poderá licenciar o veículo no ano que vem.

Ah, e para inspecionar tem de pagar uma taxa, claro.

Ficam de fora os carros fabricados antes de 2003, que são os que justamente mais poluem. Já me disseram que a intenção é verificar se as montadoras estão obedecendo a lei lébous tréblous, e o governo usou a eficiente e recorrente fórmula de penalizar o consumidor, que terá de pagar a taxa, agendar a inspeção até uma data determinada, levar o carro até lá no horário marcado, e são poucos centros na cidade inteira, nenhum minimamente perto da minha casa.

Porque fiscalizar as montadoras certamente dá mais trabalho.

Minha data limite é dia 31 de agosto. Cliquei na lista dos locais e começou o show: o local mais perto da minha casa (mais perto leia-se uns 20km de distância, isso em São Paulo, que o trânsito ajuda pacas) só tinha data disponível no dia 10 de setembro, ou seja, após minha data limite. Tive então de agendar, para o mesmo dia da data limite, em outro centro, mais longe e mais complicado.

Não acaba aí. Efetuado o agendamento, peço a impressão dos dados do local, horário etc (17h de uma segunda-feira, que assim eu levo já umas 2 horas pra voltar pra casa, se não chover). Abre-se então uma página onde se lê o título AGENDAMENTO DE INSPEÇÃO REALIZADO! - assim mesmo, com exclamação e tudo, tamanha a felicidade -, e logo abaixo todos os dados do meu carro, local, horário, número de IP do computador aqui da confecção, horário do agendamento online, cor da calcinha que eu usava na ocasião do agendamento e se estava comendo bolo de cenoura ou de fubá.

Logo abaixo disso tudo, algumas instruções e regras.

E no fim da página, o aviso, em negrito inclusive:

* não é válido como comprovante de agendamento

Se isso não é um comprovante de agendamento, o que mais o será? Alguém mais letrado do que eu, pobre costureira que faz camiseta pra sobreviver, pode por favor dar um palpite certeiro?

6 Comentários:

Anonymous Anônimo disse...

A burrocracia é uma praga!!!
Bjs Rosana.

5:39 AM  
Blogger ANNA disse...

Claro, muito mais fácil fazer milhoes de pessoas se amontoarem para fazer a inspeção, mesmo tendo que pagar, do que selecionar algumas pessoas capacitadas para inspecionar fábricas ou lotes de veículos que ainda estão no pátio das montadoras...
Uma questão de "ILÓGICA"!
bjo
urbAnna

8:11 AM  
Blogger MH disse...

Eu fiz o meu agendamento para depois da data limite. Não posso fazer nada se, dentro do prazo para agendar, não tinha mais nenhum horário disponível.
Agora, fico indignada cada vez que vejo uma lata-velha soltando aquela fumaça preta nojenta e lembro que esses carros "não precisam" passar pela inspeção. Me poupem!! rrrrrrrrr

11:36 AM  
Blogger Renatinha disse...

Clau, Eu fui fazer, meu horário era 15:37 cheguei às 15:31 e esperei 6 minutos para ser atendida....rsrsrs Juro que é pontual o negócio... Choquei... rs
O pior é depois de pagar ter que pdir o dinheiro de volta... absurdo!!!

12:47 PM  
Blogger Dedinhos Nervosos disse...

Pq não vão direto à fonte? ufff É muito absurdo, né? Ainda bem que isso ainda não aconteceu por aqui.

11:34 AM  
Blogger Virgínia disse...

E nós que estamos com o carro aqui em Fortaleza??? Vamos ter que pedir (pessoalmente) a dispensa da vistoria, senão a multa é de R$550! E depois que voltarmos, vamos ter que agendar a vistoria para não tomar uma multa por ter voltado com o carro na cidade... enquanto isso as brasílias continuam a soltar fumaça por aí! :X

8:46 PM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial