Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, SP

sábado, abril 23, 2011

Páscoa ao vivo

Ela gramou, comeu o pão que o diabo amassou, apostou numa vida a dois, casou, teve filhos, descobriu no então príncipe encantado um marido traidor e posteriormente um pai relapso e um ex-marido canalha, que acha que crianças crescem comendo vento, vestindo folha de bananeira e que são autodidatas, não precisam de colégio, livros, cursos, nem aparelho nos dentes ou luxos como pediatra e remédios. Recomeçou novamente, com uma mão na frente e outra atrás e dois filhos pequenos no colo, usou o apoio moral dos pais e irmãos e amigos para isso.

Passo-a-passo, chorando muitas vezes no travesseiro de puro desespero, ela conseguiu um emprego, conseguiu alugar um canto, conseguiu comprar um carrinho e foi cuidando dos filhos, se fortalecendo, recuperando a auto-estima, tornando-se profissional respeitada, comprou seu próprio apartamento, teve coragem de exigir na justiça o direito dos filhos, tudo isso ficando cada dia mais bonita e mais confiante.

No meio disso tudo, conheceu um príncipe encantado de verdade, daqueles que toda mulher quer ter: ele não vem num cavalo branco, não usa espada, não veio de nenhum reino distante e nem fez um baile para escolher uma noiva, mas é apaixonado por ela, cuida dela e ela cuida dele, curte os filhos dela.
Assim, aos poucos, sem que se dessem conta, estavam casados, não no papel ou diante da família, do juiz e dos amigos, mas lá dentro, no íntimo de cada um, formaram uma família entrosada e foram tocando a vida.

Hoje eu tive o prazer de ir na comemoração da casa nova dela, que compraram juntos, e vê-la radiante, linda, feliz, cheia de planos em comum se concretizando e vários outros já engatilhados. E chegando lá e vendo tudo aquilo, eu me emocionei, e pensei que nessas horas é que a gente vê que Deus é bom e Jesus protege (como diz minha queridíssima Tetê), reforça a fé e as esperanças, acredita que sempre haverá o sol por trás das nuvens, e que a Justiça Divina existe sim.

Feliz Páscoa, Juzinha! Você hoje, mais do que ninguém, simboliza a renovação que a Páscoa deve trazer para a vida de todos nós!

8 Comentários:

Blogger J.F. disse...

Oi, Cláudia.
Casamento, com ou sem papel, é isso: muito amor e respeito dos dois. Quando os dois querem, o casamento é para sempre, não se transforma em rotina ou acomodação, o amor se renova a cada dia. Falo por experiência própria.
Uma boa Páscoa para você e para sua amiga Juzinha e sua família.
Abração.

2:22 PM  
Blogger Cláudia disse...

Feliz Páscoa para vocês também, JF!
bj

9:54 PM  
Anonymous Anônimo disse...

Pois é...e é com essas e outras historias que a gente fica mais confiante e acredita em dias melhores!

Adorei "conhecer" a Ju e a sua luta, através de vcs...Parabéns a ela e parabens pra vc, uma amiga generosa que esteve ali...do lado, acompanhando tudo.

bjus
Nana

10:58 PM  
Blogger Renatinha disse...

Adoro finais felizes.... bjs para a Juzinha por ela ter uma amiga como vc...
bjs
Re

11:13 AM  
Anonymous Vivi disse...

Com este relato admirável, não tem como admirar a Juzinha!! Parabéns pra ela! E pra vc, Cláu!!
Bj

5:25 PM  
Blogger Unknown disse...

Post mais delicioso de se ler!!!

Foi tudo bem pe páscoa por aí? Eu estava lá na casa dos meus pais, você nem faz ideia da fila que fica pra usar a internet, é pior que lan house, HAHAHA...

Só agora que estou conseguindo colocar minha leitura de blogs em dia, acredita nisso?

Beijocas, bom final de semana procê!

1:04 PM  
Blogger Cláudia disse...

garotas, obrigada, ela merece mesmo!

7:22 PM  
Anonymous Anônimo disse...

Adorei a forma como vc retratou a história da sua amiga, a renovação da vida dela serviu tb para renovar as esperanças no coração dos outros.... muito legal!

Beijo

9:07 AM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial