Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, SP

sábado, maio 10, 2008

Segundo domingo de maio

Ser mãe é nunca mais ter o sono pesado de antes, quando se dormia sem se preocupar com o mundo lá fora.
Ser mãe é não mais dormir até as duas da tarde de domingo.

Ser mãe é não poder deixar faltar água nem biscoito em casa, muito menos resolver que vai passar o fim de semana à miojo.

Ser mãe é tomar banho em dois minutos - três e meio se for lavar os cabelos - com a trilha sonora de insistentes batidas na porta do banheiro com o vocal de "vai demorar muito?.
Ser mãe também é usar o vaso sanitário de porta aberta, ou fechar a porta com uma criaturinha de menos de um metro de altura de frente para você, de pé apoiada em seus joelhos, olhando fixamente para a sua cara. E que depois perguntará: fez cocô, fez? Ou ir ao salão de beleza fazer as unhas das mãos enquanto nina o bebê chacoalhando o carrinho com os pés.

Ser mãe é morrer de culpa por não ter adivinhado que aquele choro era de fome e não de dor de barriga, por ter deixado pingar xampu no olhinho na hora do banho, por não ter desencardido o umbigo como se devia, pela assadura que apareceu, pelo tombo que ele levou, pela mísera batatinha do mcdonalds que o filho comeu e com isso tornar-se-á um obeso para o resto da vida, pelos momentos raros em que desejou ter um minuto somente para si.

Ser mãe é ter alma de McGiver para resolver todos os problemas do mundo e ter a resposta adequada para todas as infinitas perguntas; para arrumar um jeito de deixar no colégio a merendeira que o filho esqueceu, para pensar se ele tirou o casaco enquanto escuta o chefe discorrer sobre um projeto importante, ou pensar no que o filho almoçou bem o meio da aula da pós.

Ser mãe é levar e buscar, não apenas o próprio filho mas toda a pequena corja (amiguinhos) que o acompanha, e ainda encontrar a criaturinha de cara emburrada porque você se atrasou meio minuto do horário combinado. E pior, morrer de culpa por ter se atrasado e achar que ele vai ficar traumatizado para o resto da vida.

Ser mãe é cuidar de um animalzinho de estimação que nem é seu: você alimenta, educa, leva pra dar banho e cortar as unhas, e limpar as orelhas, e no fim seu filho diz que o Thor é "o cachorrinho dele".

Ser mãe é deixar de comprar aquela bolsa linda porque vem aí o dia das crianças e sua filha está louca pelo enésimo ursinho de pelúcia - e pior, você achar muito coerente a troca.

Ser mãe é incentivar a independência, ao mesmo tempo em que morre de medo do filho aceitar suas idéias malucas dele viver a própria vida e sair da barra da sua saia precocemente - antes dos 50 anos.

Ser mãe é perder para sempre o direito de morrer, de se arriscar, de fazer o que bem entende a hora que bem deseja. É perder o direito de sumir no mundo, porque, para isso, é preciso um planejamento tal que toda a vontade de desaparecer some antes.

É saber que a sua vida nunca mais vai te pertencer da mesma forma que antes. E adorar tudo isso.

Ser mãe é a melhor coisa do mundo!

Para todas nós, mães dos nossos filhos, dos nossos pais, dos nossos irmãos, dos nossos amigos, dos nossos bichinhos de estimação, das nossas plantinhas no jardim, FELIZ DIA DAS MÃES!!!!

10 Comentários:

Anonymous Anônimo disse...

É cuidar do tamagotchi do filho enquanto ele está na aula...assistir o "15 minutos" da MTV com ele e achar o melhor programa do mundo...abrir pasta de favoritos no computador pra site de colorir e de joguinho...é trocar todas as redes das janelas porque a filhota de 4 patas é mais impossível que o normal...
Dizem que o filho quando sai da barriga vai pra cabeça. Vai também pro coração e este quase sai pela boca toda hora.
Feliz dia das mães.
Bjs. Rosana.

4:29 PM  
Blogger Amarilis disse...

Adorei e me emocionei. Feliz dia das mães pra gente!

3:38 PM  
Blogger Virgínia disse...

FELIZ DIA DAS MAMMYS!!!!!! BJ

10:17 PM  
Blogger yaralucas disse...

Que lindo Claudia :O) feliz dia das mães atrasadinho pra você!

12:55 PM  
Anonymous vivi disse...

Cláu!
Feliz dia das Mães...!!
Beijos

1:39 PM  
Blogger Cláudia disse...

Meninas, obrigada a todas, e que tenham tido também um feliz dia das mães.
beijo

2:41 PM  
Blogger Re disse...

Ser mãe deve ser incrível, meus cães não reclamam da minha atuação como mãe de peludos, mas como mãe de humanos, deve ser muito mais difícil....
Parabéns, pois sei que vc é uma ótima mãe.
beijos
Re

3:47 PM  
Blogger Cláudia disse...

Re, obrigada, mas os peludinhos são be exigentes também, pelo menos a daqui de casa.
beijo

5:59 PM  
Anonymous Anônimo disse...

McGiver...chafurdou no fundo do baú, hein?
Bjs. Rosana.

6:44 PM  
Blogger Tati disse...

lindo... e vou acresentar um... ser mãe é ter o coração fora do corpo.....
pra mim é tudo tão novo, e tão absurdamente intesno...
beijos

1:05 PM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial