Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, SP

terça-feira, outubro 06, 2009

Demagogia


Revista dos EUA faz capa só com modelos gordinhas nuas

A edição de novembro da revista norte-americana "Glamour" terá na capa sete modelos acima do peso sem roupa. A revista fez sucesso ao mostrar em setembro a foto da modelo Lizzie Miller. Ela tem 1,80 m e 79 kg.

A imagem, que ilustrava um artigo sobre a importância de se sentir bem com o próprio corpo, mostrava a modelo de 20 anos, loura e sorridente, sentada nua, numa pose que evidencia as gordurinhas de sua barriga.

A imagem fez sucesso e gerou discussões sobre a ditadura da magreza.

No site da revista, o editor diz estar "especialmente orgulhoso da imagem" pela sua importância.

(fonte: folha online)



Sim, e aí todas as demais capas continuarão sendo feitas com modelos magérrimas, com imperfeições corrigidas no photoshop, mostrando roupas que nas lojas não passam do tamanho 42 que só serve em quem veste 36. E todas as demais páginas da revista continuarão a trazer fotos de modelos que não têm barriguinha com gordurinhas evidenciadas, e sem nenhuma marquinha daquelas que a gente adquire quando é criança e esfola o joelho brincando de pique, e nem pensa em ser modelo.

Serve, porém, para fazer uma média com a imensa parcela da população feminina que não se enquadra no estereótipo mostrado nas páginas das revistas dedicadas a nós, mulheres.

Mais ou menos como um estilista que coloca uma única modelo negra para desfilar na Fashion Week, geralmente um tipo ultra-exótico, no meio de uma dúzia e meia de modelos de maioria loura com cabelos compridos e lisos, e proclama que fez um desfile baseado na diversidade racial.

As revistas e os desfiles e as propagandas vendem mais o sonho do que o produto. Se você olha uma Isabeli Fontana, uma Alessandra Ambrósio ou uma Gisele Bündchen na revista, você sabe bem que não é nem de longe parecida com elas, e que o caimento da roupa também não será igual, mas e daí? Não era à toa que as peças da C&A com as quais a Gisele aparecia nos comerciais de TV sumiam das prateleiras no dia seguinte.

Então, vamos combinar aqui que esse rapapé de fazer uma capa com mulheres "normais" é uma demagogia que até já nem está mais na moda? E vamos assumir que a indústria da beleza sobrevive por conta do sonho e da aspiração das mulheres ditas normais? E que no dia em que não existir mais o inalcançável padrão de beleza mostrado pela mídia, dificilmente alguém vai gastar uma fortuna num creme que promete reduzir suas coxas em dois milímetros por mês?

Seremos todas gordas e felizes, balançando nossas gordurinhas pra lá e pra cá, menos neuróticas com os defeitinhos que todas temos, papeando animadamente numa mesa da sorveteria, numa bela tarde ensolarada de domingo, cada uma com sua taça de sundae de chocolate!

7 Comentários:

Blogger MH disse...

Estou com você!

beijo

11:35 AM  
Blogger Ana disse...

Concordo com vc.
e vamo combinar, que "gordinhas"sao essas?? Se eu fosse gordinha assim tava feliz. :)

3:30 PM  
Blogger ANNA disse...

Concordo plenamente com vc!
As revistas de moda deveriam vir recheadas de imagens de mulheres com corpos normais, com um pouco de barriga, com perna grossa, perna fina, alta, baixa, etc...
Assim como desfiles de moda e afins.
Quantas mulheres se encaixam no perfil das mulheres que desfilam e aparecem nas revistas?

4:43 PM  
Anonymous Vivi disse...

Apoiado!!
E cá entre nós, se elas são gordinhas, Deus, meu, to precisando é fazer uma lipo, viu!
bjs

11:44 AM  
Blogger Daniel Ribeiro disse...

Olha, eu sempre preferi mulheres "normais" com suas gordurinhas, celulite...enfim, mulheres reais. Mulheres ditas "Tops" são chatas, nunca vão te acompanhar até uma churrascaria e vão ficar olhando mais para ela do que para você.

Eu gostaria muito que o mundo todo colocasse mulheres normais nas capas, sem photoshop, para mostrar a beleza real mesmo.

Bjus

1:29 PM  
Blogger Cláudia disse...

Meninas
nem gordinha que se preza são capazes de arrumar!

Daniel, pois é, mas como disse, o que seria da industria da beleza nao?

bj

2:03 PM  
Blogger Giovanna disse...

Aquelas "gordinhas", ao invés de consolar, só servem para deprimir ainda mais as mulheres acima do peso, parecem mulheres magras em quem usaram photoshop ao contrário, mas beeeeeeeeem pouquinho...rs... parece que a msg é "colocamos vc na capa, mas entrar nas roupas de dentro da revista, já é outra história..." bjo

10:36 AM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial