Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, SP

sexta-feira, março 12, 2010

Basta um único capítulo

Vamos analisar a situação do capítulo de ontem da novela: você, mulher, modelo internacional de sucesso, requisitadíssima nas passarelas mesmo tendo 1,60 m de altura, se casa com um cara tréblous anos mais velho, com fama de mulherengo, machista e conquistador.

Aí, depois de várias idas e vindas, incluindo uns beijos num fotógrafo bonitão e mais jovem, que vem a ser filho bastardo - adoro essa expressão, filho bastardo, que só existe em novela, ninguém no mundo se refere a alguém como "esse é o fulano, meu filho bastardo" "o fulano, filho bastardo da beltrana" - do seu marido, você resolve que vai voltar a modelar.

E seu marido mulherengo, machista e conquistador pai de um filho bastardo tem um chilique, como teria qualquer outro cara machista e mulherengo da vida real, e ainda diz dramaticamente EU DESISTO DE VOCÊ (que homem quase sessentão diz isso, meu Deus??? Ou melhor, que homem, sessentão ou não, diz isso???). Aí você grita de volta e desce dramaticamente as escadas da sua casa imensa, enrolada numa toalha e com os cabelos pingando, para continuar a lavação de roupa suja na sala de casa.

Seu marido mulherengo, machista e conquistador vai atrás - ué, não tinha desistido no minuto anterior? - e ali, na sala de uma casa imensa, cheia de empregados para escutar atrás das paredes, onde vocês não moram sozinhos, vocês continuam o bate-boca.

Claro, porque senão, como é que a filha paraplégica do seu marido mulherengo, machista e conquistador vai escutar o papo com detalhes se a discussão continuasse no andar de cima, dentro do quarto, de portas fechadas, como costumam ser os barracos de quem mora numa casa onde não há exatamente privacidade? A menos que você seja noiva do Adriano.

Por falar em filha paraplégica do seu marido bla bla bla, ela ficou uma fofa depois que saiu do hospital não? 20 e poucos anos, carreira de modelo, viajando pra lá e pra cá, de repente se vê sem poder andar e sem ter domínio pleno da parte de cima do corpo e... tudo bem, a vida é linda, o amor é belo - neste caso, o amor é BEM BACANA - as borboletas voam, as flores desabrocham e os passarinhos voam de par em par. Ninguém mais conversa assunto nenhum com ela que não seja sobre sua situação de cadeirante, não rola mais um fofoca, uma maledicência, um veneninho, nada, só um confete chato de doer.

Tudo isso sem contar com a Barbara Paz como modelo cheia de trabalhos importantes e fazendo mó sucesso... preciso comentar?

11 Comentários:

Blogger Redacao disse...

por isso que eu sou fã da Isabel (siamesa mala da queridóca mirim lá de casa!!!). Mas a chatisse podia ser pior: IMAGINE SE FOSSE A MIA A FICAR PARAPLÉGICA.

Affff, fofa!
:cO

10:33 AM  
Blogger Cláudia disse...

Mia... nome adequado à personagem por sinal.

11:09 AM  
Blogger Dedinhos Nervosos disse...

ahahha Eu vi ontem... o comentário de vovó foi assim: olha lá, tá saindo molhada do box e ainda espremeu o cabelo no chão! é pq ela não limpa! hahah

5:41 PM  
Blogger Leticia disse...

kakakaka não da pra saber o que é pior nessa novela, acho que vou começar a ler os capitulos aqui,srsr bj

5:51 PM  
Blogger Cláudia disse...

ah ah ah
Vó é sempre ótima! uma porquice espremer o cabelo no chão, e vai enganar quem? que ela saiu do chuveiro com aqueles cachos definidérrimos e nem tinha passado uma toalha?
bj

5:51 PM  
Blogger Renatinha disse...

hahahahah Olha Clau... concordo com TUDO.... veja só... no dia que Barbara Paz fizer sucesso como modelo eu estarei na capa da NOVA!!! E tenho dito... rs
E tem mais.... o dia que Rodrigo Delicia hilbert namorar uma Barbara Paz... terei chances... rs
beijos e saudades de vc
Re

7:35 PM  
Blogger Cláudia disse...

Reeeeeee
quem foi que achou que a Barbara Paz PODIA namorar o Rodrigo Hilbert?
Também tô com saudades, vamos nos pendurar no messenger um dia desses?
beijo

9:19 PM  
Anonymous Rosana disse...

Ai, também adouro a Isabel, mas estão estragando ela, ela está ficando fofa também!!! Agora, a Helena da novela é a Tereza, banhos de interpretação, ironia, adorando cada minuto da briga do ex com a tampinha...hehehe.
Agora, quem merecia um tapa na cara é a capacha da Paixão.
Bjs

12:10 PM  
Blogger Virgínia disse...

Tudo isso resume em uma só frase: esssa novela não tem história!!!

Tá certo que TODA a Helena é chata. Mas elas tinham algo para contar. Tinham conflitos (a Vera Fisher perdia o namorado para a filha, a Regina Duarte deu o filho dela para a outra, antes tinha uma paixão "adulta" com o José Mayer, algobem diferente para a época, depois ainda adotou uma Down, etc) Mas o que essa tem a dizer? A fazer? Nada!!! Sofre por sofrer..

Sem contar a Luciana que bastou alguns capítulos e está pronta para abrir uma Igreja de tão boa e regenerada. Tem sempre uma palavra de conforto, de estímulo. As revolvas dela com a paraplegia duraram quase nada...

Quando será que começa Passione?

Bj

8:34 PM  
Blogger Cláudia disse...

Rosana, pra começar, nem tem comparação entre a Lilia Cabral e a Taís Araujo - odeio a forma como ela termina as frases com r. E depois, a Tereza é uma pessoa que EXISTE de verdade, com coisas boas e ruins, exatamente como nós.
Só falta mesmo estragarem a Isabel.

Virginia, concordo, se você perguntar qual é a história central de Viver a Vida, não dá pra saber.

beijo

11:55 AM  
Blogger Giovanna disse...

Nossa, impressionante a descrição, senti como se tivesse visto a novela...rs... qto à Barbara Paz, ela encaixa muito bem no papel de modelo.... modelo de cachaceira, é claro, pq a parte alcoolizada do papel dela ela até que dá conta, né? Jà no quesito modelete... acho que essa é a pior Helena do Manoel Carlos, é até maldade colocar em rota de colisão com a Lilia Cabral, pq é um massacre de interpretação... bjo

10:38 AM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial