Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, SP

segunda-feira, março 10, 2008

SSSSSSograssssss



Sábado foi a comemoração do aniversário de uma amiga querida que mora no interior. Ela convidou as amigas de São Paulo para almoçar com ela e as amigas de Guaratinguetá. E assim nos despencamos, nós 3, eu, Sandra e Elizete, para almoçar em Guaratinguetá.

Faz pose, tira foto, agora ali daquele lado, muda de posição pra não ficar igual, e finalmente engatamos no papo. Até que caímos no assunto filhos crescidos.

Acontece que minha amiga aniversariante tem filho homem, e as duas amigas que foram comigo também. E os meninos têm namorada. E o assunto, como não poderia deixar de ser, caiu ali: nas namoradas.

Que aliás eram todas fofas, lindas e simpáticas, MAS... depois do MAS..., vinha todo o resto: bagunceira, ciumenta, possessiva...

Concluí que, quando nasce um menino, nasce junto uma sogra. A mulher é automaticamente imbuída do espírito de ssssssogra. Uma coisa impressionante! A fisionomia até se transforma quando o assunto é a namorada do filho. Um ar meio de desdém. A frase que mais se escuta é eu não me meto. E logo em seguida vem o indefectível, incomensurável e implacável MAS...

O mais engraçado disso tudo é que todas elas estiveram um dia na mesma situação da nora em questão e provavelmente passaram por apuros parecidos.

Será algum tipo de revanche, escrita no DNA das mães de meninos, que faz com que elas mudem de atitude agora que estão no topo da cadeia alimentar?



em homenagem ao delicioso almoço, com amigas com as quais há muito tempo não conversava. A despeito do texto acima, acredito que todas serão excelentes sogras, porque são modernas, articuladas e bacanas. Mas é que a gente não pode nunca perder a piada!

10 Comentários:

Blogger Ana disse...

Olha já tive sogra boazinha e sogra cobra. Mas acho que alguma alteração deve ter sim, no momento em que as mães viram sogra, alguma coisa no dna, talvez.
;)

4:16 PM  
Anonymous Virgínia disse...

Como assim??? Guaratiguetá? EU SOU DE LÁ!!!!!!!!!!!! Saudades...

5:44 PM  
Blogger Re disse...

Olha, eu tb se tivesse um pimpolho ia defender com unhas e dentes da mocreia da minha nora, ia revidar o que sofro com a minha.... ah! ia....
bjs

5:45 PM  
Blogger Cláudia disse...

Ana, penso que é alguma mutação químico-hormonal, e elas passam a ser dotadas do cromossomo S.

Virginia, jura? Minha amiga também, ela morava em SP e mudou de volta pra lá tem alguns anos.
´
beijo

5:46 PM  
Blogger Cláudia disse...

Re, então, deve ser isso, porque quem sofreu com sogra devia ser boazinha com a nora não?
Ai coitada da cadela que namorar o Zezinho... rs
beijo

5:46 PM  
Anonymous Virgínia disse...

Eu nasci em Guará, nos idos de 1981... algumas idas e vidas (apesar da família ser de lá, meu pai era piloto da FAB) saí de vez quando fui para SP fazer faculdade... agora estou aqui em Fortaleza. Espero que tenha aproveitado bastante a terrinha!

6:09 PM  
Anonymous Anônimo disse...

Ô, que cobrinha mais fofa a da figurinha! Minha cara, huahuahua.
Bjs. Rosana.

8:43 AM  
Anonymous Anônimo disse...

Ô, que cobrinha mais fofa a da figurinha! Minha cara, huahuahua.
Bjs. Rosana.

8:43 AM  
Blogger yaralucas disse...

Pior é quando elas perdem o posto dominante, ou seja, quando o filhinho casa e sai de baixo da asa. aí danou-sssse, a ssssogra fica maisss peççççonhenta ainda, hohoho.

Só que aí a casa não é dela, né? E não adianta espernear, a nora é quem manda. Diliça. :o)

São todas iguais, hehe.

Beijos procê!
Yara - www.uiaqui.blogger.com.br

10:05 AM  
Anonymous Adauto disse...

Particularmente não tenho nada contra a sogra de minha esposa. É como se fosse uma mãe para mim...

Mas, que fique entre nós, sei o quanto ela (minha querida, amada, idolatrada, salve, salve, Dona Patroa) já perrengueou com a dita cuja!

;)

4:07 AM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial