Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, SP

sábado, março 28, 2009

Eu, hein?!

Eles já tiham netos, e estavam separados há muitos anos. A mulher nutria ódio mortal pelo ex-marido e não se cansava de repetir para a cidade inteira ouvir:

- quando eu morrer, pelamordedeus não me enterra do lado deste homem!

Vai daí que ela morreu primeiro e foi sepultada no jazigo familiar. Anos depois, ele morre. Acontece que tinha morrido uma tia dele há pouco tempo e o corpo estava ocupando a vaga que lhe seria destinada no jazigo dos pais dele, já que a ex-mulher não o queria por perto nem morta, literalmente.

Fazer o quê? A solução foi rezar um Pai Nosso pra alma da ex-mulher e enterrar o cara ali mesmo, na mesma sepultura que ela, uma vez que ele não tinha - literalmente, de novo - onde cair morto e descansar em paz.

Funerária, velório, parentada, amigos, chega o enterro e... o caixão não entrava na sepultura. Os coveiros forçando e o caixão necas de se acomodar lá dentro. Tiveram de cavar meio que um puxado na sepultura do vizinho pra conseguir encaixar o caixão dele na mesma sepultura que a da ex-mulher.

Até hoje os habitantes da pequena cidade que participaram dessa verídica história, ocorrida há dois anos no interior do Espírito Santo, dizem que foi ela quem ficou lá, empurrando o caixão do marido pra cima, pra não deixar ele entrar.

4 Comentários:

Blogger Virgínia disse...

Não tenha dúvidas de que foi ela mesma! ehehehe
Quando minha bisa tava para passar para o lado de lá, minha mãe e meu tio resolveram ir até o cemitério ver como estava a sepultura. O primeiro e último morto tava lá fazer uns 50 anos.
Ela não ia caber na sepultura! Cemitério antigo, apertado e parece que os caixões antigos era menores. Foi a sorte, por assim dizer. Tiveram que reformar e tudo.
No final, ela descansou em paz. Mas para colocar ela lá e a gente chegar perto, tivemos que ficar por cima dos outros túmulos. Coisa de doido!

8:38 PM  
Blogger Nade disse...

Não tem que ter dúvidas que ela teve força até depois de morta... rsrsrs
Histórias do cotidiano da vida!
Maravilha!
Virei com mais frequencia, até porque adoro o seu blog!
Bjs e excelente domingo!

11:08 AM  
Blogger ~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Adorei!

10:30 PM  
Blogger Re disse...

Que medo...
Por isso que nem quero ser enterrada... Imagina se me enterram ao lado de alguém que não me quer... Socorro!
beijos
Re

1:03 PM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial