Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, SP

quinta-feira, abril 01, 2010

Alma moleca

Casou-se bem novinha, com um homem mandão, controlador, que a mantinha numa redoma de vidro. Teve quatro filhos, fazia tudo conforme o marido queria, mas a alma de moleca não sossegava.

Resolveu que ia entrar numa academia. O marido achava que ela fazia exercícios, mas ela ia mesmo era para aulas de dança de salão, sua grande paixão.

O problema começava quando havia as apresentações e as festas da academia. Como fazer para não deixar de ir, logo ela, a mais assídua?

Apelava para a filha mais nova e a neta. Um dia era um desfile no shopping. No outro, uma festa de 15 anos na qual ela acompanharia a filha e a neta. Elas foram buscá-la no portão, ela saiu toda arrumada, entrou no carro. E só então viu que a filha e a neta estavam arrumadissimas da cintura para cima, que era a parte que aparecia na janela do carro, e de calça de pijama e chinelos na parte de baixo.

Em outra ocasião, a filha mais nova precisou operar o dedo, e o que seria simples acabou se tornando uma internação de 10 dias, por conta de uma infecção hospitalar. No meio disso, um festival que reuniria todas as academias de dança da região. Novamente um plano secreto é posto em ação: dispensaram o namorado da filha que até então vinha dormindo no hospital com ela. O marido a levou para o hospital, para que dormisse com a filha, ela carregava um edredom dentro do qual estavam um vestido de paetês, os sapatos de salto alto e a maquiagem.
Arrumou-se toda, saiu pelo pronto-socorro, avisando ao segurança que precisava sair para uma reunião muito importante - às onze e meia da noite, vestida de paetês - mas que acompanhava a filha doente e precisava voltar por ali.
E assim o fez. Voltou para ficar com a filha. Às cinco da manhã.

No dia da morte do marido, ela pediu a ele perdão por ter mentido tanto. Depois, mudou-se para uma cidade praiana. Sai pra dançar de terça a domingo, dá show, e agora aprende salsa e tango.

Tem quase 70 anos e nem sinal de diabetes, osteoporose, gota, colesterol alto ou depressão. Sofre somente de alma moleca, que teima em se sobrepor a tudo mais.

Felizmente.

6 Comentários:

Anonymous Rosana disse...

Como assim, de pijama por baixo? Não foram ver mami se apresentando?
Bj.

8:04 AM  
Blogger UrbAnna disse...

Que delícia a alma dessa mulher!
bjo

8:16 AM  
Blogger Renatinha disse...

Histórias assim faz a gente ver que quando acreditamos na gente de verdade, tudo é possível...
Linda história e contada de maneira impecável...
beijos

9:20 AM  
Blogger Renatinha disse...

ps... de bobeira pela net li seu blog Bobis que brilham... que delícia era... beijos

12:43 PM  
Blogger Dedinhos Nervosos disse...

Alma de moleca é a grande responsável pela nossa felicidade! Pretendo manter a minha pra sempre.
Beijos e lindo texto!

3:09 PM  
Blogger Giovanna disse...

Que texto lindo... amei!!!! bjo

12:18 PM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial