Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, SP

sábado, julho 05, 2008

Tolerância zero e paciência quase isso

Exemplo de polícia aliada da comunidade foi o policial dizendo que não ia fazer teste de bafômetro na porta de buffet infantil porque coitados dos pais das crianças né?

11 Comentários:

Anonymous Anônimo disse...

Festa infantil NÃO tem que ter cerveja, minha gente. Destilados nem pensar. Afinal, a molecada se esborrachando do escorrega e os pais nem vendo? Vai vigiar a cria, marmanjo.
Bjs. Rosana.

11:50 AM  
Blogger Cláudia disse...

Para isso existem os monitores, essas santas criaturas cuja profissão é justamente proporcionar aos pais 4 horas do mais puro sossego.
beijo

11:50 PM  
Blogger Re disse...

Estou indignada em pensar que não posso mais beber...
Estou triste , me sentindo oprimida.
Agora as pizzas na sua casa tem que ser 3 x na semana, ou ir no barzinho lá perto, que nem policial chega ali....
beijos
Re (louca por um vinho)

11:55 AM  
Blogger Cláudia disse...

Re, se aparecer uma blitz aqui na rua, com bafômetro, só se for de policial perdido, porque aqui nem isso rola.
beijo

7:13 PM  
Blogger Ana disse...

Ah, a lei que me perdoe, os politicamente corretos de plantão que me perdoem, mas não vou deixar de beber. Claro, não ~vou beber como de costume, nem até o horario de costume, mas não vou sair e ter que tomar refrigerante, haja paciencia!

8:11 PM  
Blogger Virgínia disse...

Isso sim que é policial solidário! Agora me diga, que pai que vai em aniversário assim? Solta a ferinha lá dentro e volta para buscar na hora combinada... e vai tomar um vinho em casa com a mulher, porque deve fazer séculos que eles não tem tanta intimidade! ehehehehen Bj

10:13 PM  
Blogger Cláudia disse...

Ana, manda ver que a Virgínia solta todo mundo.
beijo

3:03 AM  
Anonymous Anônimo disse...

Não dirijo nem depois de xarope, que pagar um conto de multa ia me matar de ódeo.
Tolerância zero é um exagero, concordo com os outros pontos como o valor da multa e a criminalização.
Agora, com a lei antiga, depois dessa campanha massacrante e essa fiscalização big brother, certeza que ia cair o número de acidentes etc.
Bjs. Rosana.

9:24 AM  
Blogger Cláudia disse...

Também acho que não era necessária mudança na lei, apenas rigor na fiscalização, como agora. Teria dado os mesmos resultados sem atrapalhar a vida dos demais.
beijo

12:02 PM  
Blogger Virgínia disse...

Eu solto??? Até parece meu marido falando: se eu for preso, você me solta! Não é para isso que eu casei com uma advogada? asdhsuahduahd É mole?
Também acho que esse rigorosismo é desnecessário, bastava uma fiscalização efetiva que nada disso precisava ter sido feito. Brasileiro só funciona na base do susto mesmo.

9:19 PM  
Blogger Cláudia disse...

Gente, volta pro guaraná que a Virgínia não vai soltar ninguém, pronto! rs

10:27 PM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial