Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, SP

domingo, março 14, 2010

Cantiga de grilo

Se tem uma coisa que demora é esporte de americano. Futebol americano, por exemplo, as partidas levam horas, é um tal de intervalo, show, animação. Baseball é a mesma coisa, se você dormir 40 minutos, acorda e tem a impressão de que o tempo parou enquanto você dormia. Basquete é um tal de parar para pedir tempo, pra isso e praquilo, que os 4 tempos viram logo 16.

Mesma coisa a Fórmula Indy, que hoje estou meio que acompanhando pela TV. A corrida começou, sei lá, meio dia e meia? Já tem 2h de corrida e não chegou nem na metade: para porque teve acidente, para porque tá chovendo, para porque não tá chovendo, piloto vai ao banheiro, só falta tomar banho e jogar um playstation antes de voltar pro carro pra correr mais um pouquinho.

E vai ter, pasmem!, uma relargada. Como assim, relargada depois de 2h de corrida? Depois de quase 30 voltas? Relargar? E mais: as corridas têm de ter 2h de tempo líquido, ou seja, desontando todas as interrupções, etc, tem de dar 2h na pista.

Que coisa mais cansativa e chata! A corrida não termina jamais e desta forma também não termina jamais a narração da Band.

Não é um teste de resistência, perícia e estratégia dos pilotos e suas equipes. É um teste da paciência de quem se dispõe a assistir, seja ao vivo, seja na tv.

2 Comentários:

Blogger Virgínia disse...

Eu assisti (ou melhor, tentei) a um jogo de baseball. Aquilo só tem graça nos filmes.
Quase nunca o povo acerta o taco na bola. É algo impressionante. Talvez seja por isso que o povo vibra tanto quando acerta. deve ser de alívio.
Depois teóricos dizem que o soccer não pegou nos USA porque são poucos gols ou nenhum. Mas o que eles dizem sobre o lexotan do baseball?
Bj

11:24 PM  
Blogger Cláudia disse...

Pelo menos, no soccer, os caras correm né? não sendo nem o Ronaldo, nem o Adriano, bem entendido.
beijo

12:35 AM  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial